05/02/12

Das Esperas...

Em meio ao inferno dessa primavera,...

onde estão as flores?...


Tomara nunca se tenha

saudades do inverno...


ju rigoni 


Visite também


Fundo de Mim, Dormentes e Navegando...

22/01/12

Ausência

.

Sem travessões à mesa,

duas colheres de reticências

e amargo o café da manhã...


Inútil tentar esculpir

o miolo desse pão dormido...


ju rigoni (2008)


Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

08/01/12

Princípio

Dúvida,

dor,

alívio,

cura!...


É o poema

o criador

e a criatura...


ju rigoni (2009)


Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

17/12/11

Realidade

.
.
Muita vez

voo por um céu presumido...


Muita vez

preciso beber

do que não esclarece,

mas entorpece

e me deixa viver

um ou dois

momentos sublimes;

de sonho...


ju rigoni (2005)


Boas Festas e Feliz 2012! 




Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

04/12/11

Cálice

.
.
À beira dos meus abismos,

por favor, não grite...

Não me torture

à procura de um eco...


ju rigoni (2005)



Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

20/11/11

N(ovo)?

.
.

Às claras, a pergunta...


Onde estão as gemas?...


Os necessários seres, -


os tais Humanos?



ju rigoni (1998)




Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

06/11/11

Corte



Arrasta no chão,

sem bainha,

o sentimento...




Tento enfiar as linhas

no buraco apertado

da minha agulha.



Admito!

Não sei costurar...


ju rigoni (2005)



Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...

28/08/11

Meio

.
.
De frente para o meu verso

piscam universos que desencanto...


Ah, que pena...

a do poeta...


ju rigoni (2008)


N.A. Atualizando os blogues para mantê-los ativos.
Entretanto, devido aos compromissos de
trabalho, ainda sem disponibilidade de tempo
para visitar os amigos com regularidade.
Bjs e inté!


Visite também

Fundo de Mim, Dormentes, Navegando...