11/07/2010

Constatação


Viver...
Morrer,
morrer,
e morrer...

Todo dia.

Vez em quando,
aqui e ali,
a ilusão de renascer
em uma ou outra alegria...

ju rigoni (1996)


Visite também
Fundo de Mim II, Dormentes, Navegando...,

2 comentários:

Eliane F.C.Lima disse...

Sempre gosto muito dos poemas densos desses blogues. E vejo que você, Ju, traz dentro de si aquilo que tinha o Pessoa e que ele revelava pelos heterônimos. Em seu caso, são vários "eus" sob o mesmo nome. Ou, talvez, justamente, o que faça uma poeta é a capacidade de se multifacetar sem dissociar seu eu pessoal.
Eliane F.C.Lima

leonorcordeiro disse...

a ilusão de renascer
em uma ou outra alegria...

Querida Ju,

Obrigada por compratilhar seus versos nesse espaço.
É muito bom chegar por aqui e encontrar os seus versos.
Grande abraço!

Leonor Cordeiro